O nome

Nagô foi a designação dada a qualquer pessoa falante da língua Iorubá que fosse escravizada e comercializada na chamada Costa dos Escravos, atual Togo, Benin e Nigéria ocidental.

Os Iorubá durante o período de escravidão no Brasil foram capturados e trazidos para a América, onde foram denominados por Nagôs.

Atualmente esse povo formam, além de uma imensa população no Brasil, o povo guinense falante da língua kwa, em África, e vive na parte oeste da Nigéria e por todo o Togo e Benin.

Paixão por livros

A nossa paixão por livros vem da crença que a leitura é forma mais poderosa de adquirir conhecimento, e, de que o livro é o meio mais

Assine a nossa newsletter

© 2018 by NAGÔ Editora e Livraria

Designer by Sillva Sites